Saúde e Bem estar

terapias-alternativas-001terapias-alternativas-1-001terapias-alternativas-2-001

Anúncios

Receitinha

Arroz de galinhada

Ingredientes

1,2 kg de galinha caipira picada em pedaços médios

1 cebola média picada

50 gr de cenoura picada

50 grs de salsão picado

15 grs de ervas frescas (alecrim e tomilho) picados

30 grs alho picado

80 ml azeite

40 ml azeite de urucum

200 ml água

Sal

Pimenta do reino

Marine a galinha com todos os ingredientes por doze horas na geladeira . Em uma panela de pressão coloque o azeite e doure os pedaços de galinha, aos poucos. Acrescente os legumes da marinada com os 200 ml de água. Tampe a panela e deixe cozinhar por vinte minutos. Retire os pedaços da galinha, coe o caldo que se formou e reserve. Retire toda a carne dos ossos e pique em pedaços pequenos e reserve

Prepare o arroz tostado

Ingredientes

300 grs de arroz agulhinha

1 cebola pequena picada

30 grs de alho picadinho

1 folha de louro

80 ml de azeite

Sal

30 ml de cachaça

400 grs de galinha picada (do inicio da receita)

1 litro de caldo de galinha (do inicio da receita)

300 grs de abóbora

Cebolinha francesa (ciboulett)

Refogue o arroz com o azeite até dourar, acrescente o alho, a cebola e deixe suar por cinco minutos. Coloque a galinha, o louro e mexa bem. Adicione o caldo, ajuste o sal, tampe a panela e deixe cozinhar até ficar macio e secar o caldo. No final coloque a abóbora, a cebolinha e a cachaça e mexa bem.

Prepare o consomé de banana da terra

Em uma panela pré aquecida, doure a banana com manteiga. Acrescente o açúcar mascavo e deixe caramelizar, acrescente o suco de limão para deglacear, acrescente água e deixe ferver.

Prepare gema curada

6 gemas de ovo caipira

1 l de água

80 grs de açúcar mascavo

30 ml de suco de limão

Misture a água, sal e açúcar,  acrescente as gemas com cuidado e deixe curar por uma hora

Faça a montagem do prato, servindo o arroz com uma gema curada, decore com flores comestíveis, farinha de mandioca flocada e consomé de banana da terra

Recordações

Passeando por aí fui apresentada a uma revista bem interessante, intitulada Sabor.club em sua primeira edição.

Minha grata surpresa é que se trata de uma revista de excelente qualidade, com conteúdo muito rico em artigos diversos, e  dentre eles encontrei uma página que me remeteu rapidamente à minha infância e minha adolescência, nas quais permaneço até hoje em alguns itens de escolha desde sempre. Trata-se de um pequeno artigo na página de Almanaque, sobre aquele maravilhoso “Ovomaltine”. Quem não se lembra daquele loirinho, ainda na TV preto e branco, lambendo os lábios e dizendo: Ovomaltine tem um gostinho bommmm! Pois é, fui em busca de algumas imagens para poder publicar aqui e ao fazer essa busca me deparei com muitas imagens que me fizeram recordar lindos momentos, não só relacionados ao dito Ovomaltine, mas também a muitas outras coisas, que já estavam embotadas pelo tempo em minha memória.

Adorei o artigo e vou resumi-lo aqui: Em 1904 a desnutrição infantil em Berna, na Suíça atingiu dados alarmantes. Para combatê-la o Dr. Albert Wander buscou uma antiga fórmula de complemento alimentar composto de malte de cevada, ovos, e soro de leite e para que as crianças gostassem do “remédio” acrescentou mel e cacau. Nasceu daí o Ovo-Maltine, vendido inicialmente apenas em farmácias. Em 1909 passou a ser comercializado na Inglaterra e depois ganhou o mundo, chegando ao Brasil em 1930, importado de seu país de origem. Somente quando começou a ser feito no Brasil, por um erro de fabricação as máquinas brasileiras não conseguiam dissolver completamente os ingredientes e deixavam flocos crocantes misturados ao pó, explodiu em vendas. Por estar relacionado a alimento que dá energia o Ovomaltine já patrocinou vários atletas, entre eles Pelé, Mohamed Ali e Edmund Hilary, o primeiro homem a colocar os pés no cume do Everest.

Vou postar umas fotos que gosto bastante, e aguardo os comentários dos saudosistas de plantão.

RECORDATIO

Recordações – recordatio

Citações:-

“Existem nas recordações de todo homem coisas que ele só revela aos amigos. Há outras que não revela mesmo aos amigos, mas apenas a si próprio, e assim mesmo em segredo. Mas também há, finalmente, coisas que o homem tem medo de desvendar até a si próprio” Fiodor Dostoievski

“Até que ponto a recordação está próxima do remorso!” Victor Hugo

“O grandes homens são maiores na recordação do que ao natural. Aquilo que vimos neles é, ao mesmo tempo, o seu melhor e o melhor de nós próprios” Alain

“A recordação é a esperança do avesso. Olha-se para o fundo do poço como se olhou para o alto da torre” Flaubert

Provérbios : – 

“Amizade de um dia, recordação de um minuto”

“Quando se esconde a idade, também se esconde recordação

Estranhamente todos nós esquecemos de “recordar”. Seja por preguiça, seja por descuido, seja proposital com o fim de fingirmos que não foi importante. Há quem diga que “recordar é viver”, outros que “quem vive do passado esquece o presente”,  ou ainda os que dizem que ” de lembrar também se vive”, e outras que agora não me lembro.

Enfim, cada qual com seu modo de ser e pensar está absolutamente certo a respeito, porém Eu, como boa saudosista resolvi escavar algumas trincheiras do passado e compartilhar com aqueles que também são saudosistas, ou com aqueles que querem conhecer um pouco do conteúdo do que foi, é e ainda será parte de nossas vidas.

Convido os visitantes a deixar sua opinião e sugestão para novas garimpagens. Convido também a continuar visitando esse blog, que, prometo, terá muitas novidades.

Vem comigo!

 

 

Sem mais publicações